Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Naviraí

Desajustados habitantes das imediações do Pantanal

As duas mais importantes cidades de Mato Grosso do Sul serviram de armadilhas a animais inadequados para duradouro convívio com humanos que adentraram partes delas a 31 de janeiro. Já assim sendo para os seres que não detêm a mesma racionalidade do homem exatamente por causa das incongruências entre os padrões comportamentais de cada grupo, as duas urbes apresentaram aos bichos um convite para evitar regressos no fraco preparo de cidadãos comuns e servidores públicos estaduais (a despeito do generoso ritmo de arrecadação de recursos para investimento) atuantes nas operações de resgate deles.

Uma arara canindé, em Campo Grande, e uma onça, em Dourados, caíram em laços da tentativa de acomodar-se num ambiente que a eles pertencia até o avanço da extensão dos aglomerados urbanos e da complexidade das rotinas vividas neles à medida que mais gente lá nascia ou era atraída para residir por predominar nessa forma de organização antropica o acesso às novas maneiras de se obter conhecimento e …

Doença há pouco tempo estreante sob ainda vaga atenção

Não mais os três vírus que mosquitos Aedes aegypti podem nos inocular – o responsável pela de cor e salteado conhecida dengue e dois que estão em seus primeiros surtos por aqui, chikungunya e zika, como se já não fôssemos obrigados a temer as graves consequências para as quais não raro descamba a primeira síndrome – figuram com fama quase unânime nas pautas midiáticas de saúde nas partes do Brasil onde esta época definida como abertura do inverno mostra sua identidade com toda a clareza. Bastante descem as temperaturas. Uma força pela qual se deixa levar quem pode recuar para dentro de casa ou lugares de trabalho fechados por mais tempo. Com isso desde 2009 sabe o vírus da gripe Influenza tipo A subtipo H1N1 que pode se dar muito bem! Está o porquê demais exposto por terem ocorrido no enfrentamento ao microscópico patógeno falhas do Estado e de cidadãos a nível das no cerco ao inseto. O contrabando de vacinas e o "sumiço" de material em rede pública de saúde são inovadoras m…

Contrabando

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na BR-163, em Naviraí, aqui no Mato Grosso do Sul, dois homens que estavam com produtos para tratamento estético (incluindo Botox) vindos do Paraguai. O material, que seria levado para São Paulo, estava em um carro.
Temos que aplaudir a polícia por ter tirado esse material de circulação. Esses produtos causariam prejuízos à saúde de quem os utilizasse, pois não têm procedência, já que são do Paraguai.