Dificuldades para se recuperar da crise

De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira pela Eurostat, a agência de estatísticas da União Europeia, a produção industrial da Zona do Euro (como são chamados os países da UE que utilizam a moeda) teve queda de 1,1% em maio após crescer 0,7% em abril. Na mesma época do ano passado a produção havia aumentado 1,4% em abril e 0,5% em maio.

Os índices de crescimento da produção industrial da Zona do Euro mostravam que a mesma estaria se recuperando da crise financeira. Mas nem tudo está correndo bem! Essa queda ocorrida em maio pode ser sinal de problemas, que podem estar relacionadas a alguma atitude indevida por parte dos governos dos países, das empresas, dos bancos e até da população. Todos os envolvidos têm que fazer sua parte para ajudar a melhorar esses números. É preciso evitar que a situação se agrave e que talvez a crise volte, o que afetará a indústria e outros setores da economia e, consequentemente, a qualidade de vida da população.

Comentários